Quarta-feira, 08 de Junho de 2011 - 14h12
Professores têm 24h para apresentar nova proposta ao Governo de SC
Orçamento tem limite de R$22 milhões a mais por mês.

Terminou sem acordo, por volta das 11h desta quarta-feira, a reunião entre representantes do governo e do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte), portanto a greve será mantida.

Os professores rejeitaram a última proposta apresentada pelo governo, que sugeriu duas alternativas: os docentes devem elaborar uma nova proposta em 24h — respeitando o limite de R$22 milhões a mais no orçamento governamental — ou precisam escolher uma das três propostas já apresentadas até o momento.

Os professores vão se reunir em assembleia estadual às 14h desta quinta-feira (09) para decidir pelo fim ou pela continuidade da greve. Nesta quarta-feira a greve dos trabalhadores em educação do Estado chega ao 22º dia.

 

Impasse

Em assembleias regionais nesta terça-feira, os professores reafirmaram que não abrem mão dos valores atuais da regência de classe — um percentual sobre o salário-base. Ela vale 40% para os professores de 1º ao 5º ano do ensino fundamental e de 25% para os de 6º ao 9º e os de ensino médio.

Para cumprir o piso de R$ 1.187 no salário-base e dar reajuste salarial para todos os 66 mil professores, o governo propôs, na última segunda-feira, que os valores passassem a ser de 25% para os docentes que ganhavam 40% e de 17% para quem tinha 25%.

Apesar de o governo ter se comprometido a formar grupos de estudos para discutir uma nova tabela salarial em 120 dias, os docentes querem ainda uma proposta mostrando como será repassado o reajuste do primeiro nível, de cerca de 94%, para todos os outros patamares.

 


Fonte: Diário Catarinense


COMPARTILHE:

Rádio Porto Feliz - AM 1530
Avenida Porto Feliz, 188 - Centro - Mondaí - SC
Ligue para nós: (49) 36740122

Este site também pode ser acessado via Smartphone/Tablet. Mais mobilidade para você.