Quarta-feira, 08 de Junho de 2011 - 09h23
Anvisa alerta para a “ração humana”
Agência também vetou o nome nos rótulos para não induzir consumidor

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) divulgou, ontem, um alerta para que as pessoas não substituam uma refeição pela chamada “ração humana” porque ela não tem todos os nutrientes necessários para uma alimentação saudável.

O produto, geralmente feito a partir de fibras e cereais, entre outros produtos, é vendido em todo o país. A agência também vetou o nome “ração humana” nos rótulos, sob o argumento de que ele pode induzir o consumidor a pensar que o produto tem tudo o que alguém precisa comer.

A Anvisa também proibiu que produtos do tipo digam no rótulo que têm propriedades medicinais, como redução de colesterol. Estão liberadas frases que informem que o composto faz bem para a saúde como, por exemplo, que melhora o funcionamento do intestino. Mas, para isso, os fabricantes terão de pedir o registro do alimento na Anvisa e apresentar estudos que demonstrem essas características.

 As empresas que atualmente vendem “ração humana” devem ser notificadas e receberão um prazo para cumprir a medida. 1,5 milhão de reais é o valor que as empresas que vendem o produto podem pagar de multa caso a adequação não seja realizada.


Fonte: Diário Catarinense


COMPARTILHE:

Rádio Porto Feliz - AM 1530
Avenida Porto Feliz, 188 - Centro - Mondaí - SC
Ligue para nós: (49) 36740122

Este site também pode ser acessado via Smartphone/Tablet. Mais mobilidade para você.