Sexta-feira, 13 de Maio de 2011 - 09h16
Professores pedem audiência com Colombo
Pedido de audiência foi encaminhado pelo Sinte.

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Santa Catarina (Sinte) encaminhou, ontem, um pedido de audiência com o governador Raimundo Colombo. O objetivo é cobrar uma nova proposta em relação ao piso nacional do professores.

O governador deve falar sobre o assunto hoje, no centro administrativo, às 15h, durante a cerimônia em que vai autorizar a licitação para a construção de 15 novas unidades educacionais no Estado. Sobre o pedido de audiência, governador não havia recebido, até a noite de ontem, o ofício com a solicitação e vai esperar o documento para se manifestar.

Em assembleia, na última quarta-feira, os docentes decidiram entrar em greve a partir de 18 de maio. Até lá, cada aula foi reduzida de 45 para 30 minutos, o que levou à liberação dos alunos mais cedo.

A coordenadora do Sinte, Alvete Bedin, afirmou que a categoria ficará em greve até que recebam uma nova proposta. Para os professores, o governo não está cumprindo a lei nacional do magistério, considerada constitucional pelo Supremo Tribunal Federal (STF), em abril, quando derrubou a ação direta de inconstitucionalidade (Adin) assinada por SC.

Mesmo com a informação oficial repassada pela assessoria do Supremo Tribunal Federal (STF), de que, por oito votos a um, o piso independe de gratificações, o secretário de Educação, Marco Tebaldi, argumentou, mais uma vez, que é preciso aguardar a publicação do acórdão – texto que transcreve todos os votos dos ministros do STF e a decisão final – para tomar qualquer atitude.


Fonte: Diário Catarinense


COMPARTILHE:

Rádio Porto Feliz - AM 1530
Avenida Porto Feliz, 188 - Centro - Mondaí - SC
Ligue para nós: (49) 36740122

Este site também pode ser acessado via Smartphone/Tablet. Mais mobilidade para você.