Terça-feira, 30 de Agosto de 2011 - 08h13
Cidades de SC sofrem com temporais e granizo
Cidades da Serra, Oeste e Sul do Estado foram as mais prejudicadas.

O granizo e os ventos fortes provocaram estragos em parte de Santa Catarina nesta segunda-feira. São Lourenço do Oeste foi uma das cidades mais afetadas. Ao todo, cerca de 100 casas foram destelhadas.

Nenhuma família teve que sair das residências, mas a Defesa Civil distribui lonas durante a noite e vai tentar conseguir doação de telhas com a prefeitura nesta terça-feira. Em Capinzal, cidade do Meio-Oeste, 200 casas tiveram algum prejuízo com o granizo.

Na Serra catarinense, os problemas foram registrados em Bom Retiro, onde uma queda de barreira interditou a SC-430 no km 15, próximo ao hotel Serra do Panelão. A barreira é no acesso a Urubici e, por isso, quem precisa chegar na cidade deve fazer a volta por São Joaquim ou Bom Jardim da Serra.

Em Lages, também na Serra, o rio Carahá transbordou. No Centro, a Avenida Belizário Ramos foi interditada em frente ao Fórum. Em Vargem, o granizo afetou 80 pessoas e desalojou outras quatro.

No Sul do Estado, na cidade de Balneário Gaivotas, a água invadiu 12 casas e prejudicou 350 pessoas. Com a enxurrada, muitas ruas ficaram intransitáveis, complicando ainda o transporte.

Na Grande Florianópolis, o principal problema é em Palhoça. Ao todo sete bairros do município ficaram alagados — Frei Damião, Brejarú, Praia de Fora, Pontal, Enseada do Brito, Jardim Eldorado e Ponte do Imaruim. Caso a chuva continuasse pela madrugada, a Defesa Civil abriria abrigos públicos em ginásios de colégios e igrejas para as famílias.

Um muro no alto da Rua José Francisco Severino, na Costeira do Pirajubaé, em Florianópolis, desabou depois da forte chuvas registrada às 22h. Partes do muro de cimento atingiram pelo menos duas casas. Segundo o Corpo de Bombeiros, as residências correm risco de desabar caso a chuva aumente durante a noite. Ainda de acordo com os bombeiros, não houve feridos.

Em Balneário Camboriú, como choveu nos últimos dias, não está descartada a possibilidade de alagamentos ou deslizamentos de terra. Na manhã desta segunda-feira parte da cidade foi atingida por granizo. O mesmo ocorreu em Camboriú, onde a Defesa Civil passou a tarde em vistorias pelos bairros para verificar possíveis estragos.

Segundo levantamento da Celesc, por volta das 23h00, seis cidades apresentavam problemas na distribuição de energia. Ao todo, eram cerca de 95 mil pessoas sem luz. A situação mais grave é em Tubarão, onde aproximadamente 60 mil pessoas estão sem energia elétrica.


Fonte: Diário Catarinense


COMPARTILHE:

Rádio Porto Feliz - AM 1530
Avenida Porto Feliz, 188 - Centro - Mondaí - SC
Ligue para nós: (49) 36740122

Este site também pode ser acessado via Smartphone/Tablet. Mais mobilidade para você.