Quarta-feira, 24 de Agosto de 2011 - 08h18
Via Campesina fecha agência bancária em Chapecó
Trabalhadores rurais pediram perdão de dívidas e alongamento do prazo.

Integrantes da Via Campesina, que reúne movimentos sociais do campo, fecharam, ontem (23), uma das agências do Banco do Brasil (BB) em Chapecó, na esquina da Avenida Getúlio Vargas com Rua Marechal Deodoro, no Centro da cidade.

A agência permaneceu fechada das 10h30min às 15h, depois que integrantes da superintendência do banco receberam representantes do movimento. Eles encaminharam a pauta de reivindicações para a direção do banco, em Brasília.

De acordo com álvaro Santin, do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, o objetivo do ato foi renegociar dívidas agrícolas de estiagens antigas que se arrastam há três anos. Eles pedem um perdão de R$ 12 mil por família e alongamento do prazo de pagamento para 15 anos.

A Via Campesina também entregou uma pauta na agência do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS). Eles defendem a manutenção da idade de aposentadoria dos agricultores de 55 anos para mulheres e 60 anos para homens.

Justina Cima, da coordenação do Movimento das Mulheres Camponesas, pediu mais agilidade na liberação das aposentadorias e avanço na regulamentação das aposentadorias para as donas de casa.

A mobilização segue hoje e amanhã, com atos na Capital. Será pedida audiência ao governo do Estado.


Fonte: Diário Catarinense


COMPARTILHE:

Rádio Porto Feliz - AM 1530
Avenida Porto Feliz, 188 - Centro - Mondaí - SC
Ligue para nós: (49) 36740122

Este site também pode ser acessado via Smartphone/Tablet. Mais mobilidade para você.