Sexta-feira, 19 de Agosto de 2011 - 08h36
Nova onda de frio deve chegar a SC hoje
Baixas temperaturas devem confirmar inverno mais rigoroso dos últimos anos

Santa Catarina receberá, a partir da noite de hoje (19), mais uma poderosa onda de frio. O fenômeno vai jogar as temperaturas lá embaixo e deverá congelar campos, lagos, rodovias e encanamentos.

Pode até nevar de sábado para domingo, embora as chances sejam pequenas. Mas é fato que a nova onda de frio chega para consolidar o inverno de 2011 como um dos mais rigorosos dos últimos anos.

A estação que começou no dia 21 de junho e terminará em 23 de setembro está sendo marcada pela quebra de recordes históricos. A primeira marca foi no dia 28 de junho, quando foi registrada uma temperatura mínima de -9ºC em Urupema, na Serra.

Foi a mais baixa em todo o Brasil desde 14 de julho de 2000. Naquele ano, também haviam sido registrados -9ºC em São Joaquim, segundo o Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de SC (Ciram).

O segundo recorde foi em 9 de julho, quando o Estado completou sete dias consecutivos de temperaturas negativas em várias cidades.

A última vez que isso havia acontecido foi entre 17 e 23 de julho de 1964, conforme levantamento feito pela Central RBS de Meteorologia junto ao Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Ou seja, foi a onda de frio mais intensa dos últimos 47 anos.

A terceira marca importante foi com relação à neve. Apesar de não ter sido tão forte como agosto do ano passado, quando o fenômeno ocorreu em pelo menos 14 municípios, inclusive próximos ao Litoral, como Orleans e Urussanga, e o gelo acumulou mais de um metro em vários pontos, como no Morro da Igreja, em Urubici, a neve deste ano aconteceu durante três dias consecutivos – 2, 3 e madrugada de 4 – em pelo menos seis municípios, superando a duração do ano passado que, apesar de ter sido a maior da última década, aconteceu durante dois dias – 4 e 5.

Além destas marcas históricas, o inverno de 2011, que ainda tem pouco mais de um mês pela frente, tem sido aparentemente mais frio que o de 2010. Pelo menos no que diz respeito às temperaturas mínimas registradas em várias cidades, apesar de as diferenças não serem grandes.

Alguns exemplos dessa comparação são Araranguá, onde a mínima caiu de 2,8ºC em 2010 para 1,3ºC em 2011; Florianópolis, que passou de 5,7ºC para 3,2ºC; São Francisco do Sul, que despencou de 5,7ºC para 1,7ºC; e Urupema, que quebrou o seu próprio recorde de -7,8ºC estabelecido em 15 de julho do ano passado

 

A quinta queda brusca deste inverno

A onda de frio que chega hoje a Santa Catarina será a quinta deste inverno. A primeira foi no fim de junho, a segunda no começo de julho, a terceira no fim de julho e a quarta no começo de agosto.

No ano passado foram registradas seis ondas de frio ao longo de toda a estação. Mas, apesar de todos estes dados, quem entende do assunto enfatiza: é difícil comparar um inverno com outro. O meteorologista do Grupo RBS, Leandro Puchalski, lembra que as estações não são tão diferentes de um ano para o outro:

– Se um ano é mais frio que o outro isso não quer dizer nada. A comparação é mais por curiosidade, mas não aponta uma mudança ou tendência climática. Para afirmar se o clima mudou é preciso analisá-lo por décadas.

Em alguns anos se percebem certas anomalias, mas numa média geral o inverno tem sido normal em Santa Catarina. As pessoas dizem que um inverno foi mais frio que o outro pela sensação, pois consideram o tempo de duração do frio. Mas isso é o que elas acham, o que sentem.


Fonte: Diário Catarinense


COMPARTILHE:

Rádio Porto Feliz - AM 1530
Avenida Porto Feliz, 188 - Centro - Mondaí - SC
Ligue para nós: (49) 36740122

Este site também pode ser acessado via Smartphone/Tablet. Mais mobilidade para você.