Quinta-feira, 20 de Janeiro de 2022 - 12h27 - Atualizado em: Quinta-feira, 20 de Janeiro de 2022
​Onça-parda é flagrada por armadilha fotográfica no Oeste
O caso foi registrado pela equipe do Instituto Espaço Silvestre
Créditos: Instituto Espaço Silvestre

Uma onça-parda foi flagrada por uma armadilha fotográfica entre os municípios de Passos Maia e Ponte Serrada, no Oeste de Santa Catarina.

O caso foi registrado pela equipe do Instituto Espaço Silvestre na última semana, no conhecido Parque Nacional das Araucárias.

A câmera foi instalada para que as equipes realizem o acompanhamento da fauna local.

São por volta de 23h45, do dia 12 de janeiro, quando é possível ver o exato momento em que o animal cruza em frente a câmera, em uma pequena trilha que segue pela mata.

O felino em passos tranquilos segue seu caminho e em instantes desaparece em meio a vegetação.

De acordo com a Dra. Vanessa Tavares Kanaan, diretora técnica do Instituto, o registro ocorreu em uma área que já era monitorada há anos.

“O local onde a onça foi flagrada, é a área de soltura dos papagaios-do-peito-roxo. E não é a primeira vez que conseguimos imagens desta espécie. Esse local é bem especial, pois há anos atrás, ali eram localizados muitos animais domésticos, e quando eles foram retirados, começamos a ver a fauna nativa silvestre voltar, inclusive com esses predadores de topo de cadeia”, destacou a bióloga.

Onça-parda

Conhecida popularmente como puma, a onça-parda é um dos felinos mais adaptáveis ao tipo de ambiente e o carnívoro mais amplamente distribuído na América.

Com pelagem castanha e olhos claros, o animal se destaca pela beleza.

Capaz de saltar alturas de até cinco metros, é considerado pelo IMA (Instituto do Meio Ambiente) e pelo ICMBIO (Instituto Chico Mendes de Biodiversidade), ‘Vulnerável’ à extinção no Brasil.

Já de acordo com a IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza), a espécie está em situação ‘pouco preocupante’.

Instituto Espaço Silvestre

O Instituto atua há mais de 20 anos na luta pelo bem-estar de animais silvestres e na conservação da natureza através da ciência, educação e desenvolvimento socioeconômico.

Na região Oeste do Estado, a ONG é responsável pela reintrodução do papagaio-do-peito-roxo, no Parque Nacional das Araucárias.

Ameaçada de extinção, a ave foi reintroduzida em 2011, na área entre os municípios de Ponte Serrada e Passos Maia.

Desde então, diversas solturas foram realizadas e o local se tornou a morada para muitos papagaios.


Fonte: ClicRDC


COMPARTILHE:

Rádio Porto Feliz - AM 1530
Avenida Porto Feliz, 188 - Centro - Mondaí - SC
Ligue para nós: (49) 36740122

Este site também pode ser acessado via Smartphone/Tablet. Mais mobilidade para você.