Quinta-feira, 22 de Julho de 2021 - 06h12
​Cantor e compositor nativista Miguel Bicca morre aos 80 anos
Fundador do Festival da Barranca, artista enfrentava um câncer de pulmão
Foto: Reprodução RBS/TV / G1/RS

O artista nativista Miguel Bicca morreu na quarta-feira (21), aos 80 anos.

Cantor, compositor e poeta, ele estava internado em São Borja para o tratamento de um câncer de pulmão.

Natural de Cachoeira do Sul, Miguel Antônio Bicca se mudou aos 18 anos para São Borja, onde foi um dos fundadores do Festival da Barranca.

Também foi membro do Grupo Amador de Arte Os Angüeras, ao lado de Apparício Silva Rillo, Carlos Crispim Moreno, Antônio Carlos Lara de Souza, Ernando Garcia Coelho e o irmão José Lewis Bicca.

Autor de canções como Guassupiano, Costeiro, Cantiga de Rio e Remo e João Campeiro, Bicca também teve uma longa carreira solo e participou de diversos festivais nativistas, incluindo a Tertúlia e o Sinuelo da Canção.

Suas composições abordam, principalmente, a temática do Rio Uruguai e a vida no campo.

Além da música, Bicca editou o livro Estradeando, em 1979, que traz poemas e contos escritos por ele.

Nos últimos meses, amigos e familiares relançaram a obra, vendendo exemplares como forma de ajudar a custear o tratamento do artista.


Fonte: GaúchaZH


COMPARTILHE:

Rádio Porto Feliz - AM 1530
Avenida Porto Feliz, 188 - Centro - Mondaí - SC
Ligue para nós: (49) 36740122

Este site também pode ser acessado via Smartphone/Tablet. Mais mobilidade para você.