Domingo, 02 de Maio de 2021 - 06h35
Inter faz semifinal em duelo que já teve goleada de 8 a 1 e gol de goleiro
Equipes iniciam briga por uma vaga na final do estadual

Juventude e Internacional começam a decidir hoje (2) uma vaga na final do Campeonato Gaúcho.

O time de Caxias do Sul chegou a ser um adversário indesejado para o clube colorado, mas justamente em uma decisão estadual houve desforra.

Há 13 anos, o time de Fernandão, Iarley e Clemer aplicou 8 a 1, com direito a gol do goleiro. O placar elástico foi considerado o fim, psicológico e material, do fantasma alviverde no estádio Beira-Rio.

O vencedor do duelo entre Inter e Juventude encara o ganhador do confronto entre Grêmio e Caxias na final do Gauchão de 2021.

Para entender o tamanho do resultado obtido pelo Inter naquele quatro de maio de 2008 é preciso lembrar os anos anteriores. O Juventude goleou o Colorado em pleno Beira-Rio, em confronto da Copa do Brasil, fez jogos duros pelo Campeonato Brasileiro e até conquistou título em Porto Alegre.

Só que tudo mudou a partir de 2008. Rebaixado para segunda divisão do Brasileirão, o Juventude abriu a temporada ainda com resquícios de força. Foi à final do Gauchão contra o Inter, ganhou a partida em Caxias do Sul e chegou em Porto Alegre otimista.

O otimismo do time, então comandado pelo ex-goleiro Zetti (hoje de volta ao São Paulo como integrante da comissão técnica), não durou muito. Em 12 minutos, ainda no primeiro tempo, o placar saltou de 0 a 0 para 4 a 0.

Fernandão, considerado vilão uma semana antes por falhar no início da jogada do gol do Juventude, marcou três vezes e liderou a goleada. As críticas dos dias anteriores ao jogo fizeram o capitão também entrar no tom de desforra depois do apito final.

Antes de acabar o jogo, o Inter deu um golpe profundo. Aos 45 do segundo tempo, Andrezinho sofreu um pênalti. O estádio pediu, e o time topou: Clemer saiu do outro lado do campo e foi cobrar a penalidade. A cavadinha do goleiro teve efeito libertador.

Se o lado psicológico não for suficiente para tratar a goleada como o fim de uma era, os números ajudam a mostrar. Desde aquele 8 a 1, Inter e Juventude jogaram 20 vezes. O time de Caxias do Sul venceu só três. O Colorado aplicou outras três goleadas, com direito a 7 a 0 no Gauchão de 2012.

O Inter que goleou o Juventude teve Clemer; Bustos (Jonas), Índio, Orozco e Marcão; Danny Morais, Guiñazu, Magrão e Alex (Andrezinho); Fernandão (Iarley) e Nilmar.

Os gols da partida foram marcados por: Danny Morais, aos 25; Fernandão, aos 29 e aos 31; Alex, aos 37 do primeiro tempo; Fernandão, aos 4, Nilmar, aos oito, Índio (contra), aos 11 e aos 32, e Clemer, aos 45 do segundo tempo.


Fonte: Uol / Esporte


COMPARTILHE:

Rádio Porto Feliz - AM 1530
Avenida Porto Feliz, 188 - Centro - Mondaí - SC
Ligue para nós: (49) 36740122

Este site também pode ser acessado via Smartphone/Tablet. Mais mobilidade para você.