Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2021 - 07h42
Rivalidade com Corinthians e eco de 2005 alimentam Inter em 'última chance'
Colorado ainda sonha com título
Foto: Ricardo Duarte/Inter

Quis o destino que o Internacional pudesse ser campeão brasileiro num jogo contra o Corinthians. É o clube paulista quem traz lembranças nada boas ao Colorado e ecos de disputas sem sucesso. Hoje (25), a rivalidade e os vestígios do Brasileirão de 2005 alimentam a "última chance" de quebrar o jejum de títulos que dura desde 1979 na competição.

Em campo a partir das 21h30 (de Brasília), os paulistas não têm a mesma motivação dos gaúchos. Ao contrário do Inter, a equipe de Vagner Mancini tem futuro definido. Não estará na próxima edição da Copa Libertadores e garantiu vaga na Sul-Americana.

Já os comandados de Abel Braga têm no título um alvo atingível. Basta vencer e contar com tropeço do Flamengo contra o São Paulo, no mesmo horário, no Morumbi, para erguer a taça e romper a seca de 41 anos desde o título invicto de 1979.

Mas a relação entre os times vai muito além do que cada um precisa fazer no gramado do Beira-Rio. Corinthians e Inter fomentaram uma rivalidade recente que não traz nenhuma lembrança positiva aos colorados.

A recordação mais distante, mas ainda viva, é de 2005, quando o Brasileiro com anulação de jogos no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) inverteu posicionamentos. Antes da repetição dos jogos descartados em razão do escândalo da "Máfia do Apito", o Inter era primeiro colocado. Mas após a disputa, quem levou a melhor foi o Corinthians, que ergueu a taça.

Quando Rodinei foi expulso no início do segundo tempo em lance polêmico no duelo contra o Flamengo, no último domingo (21), não faltaram lembranças do que os colorados consideram um prejuízo — até proposital — ao clube.

E, em 2009, a rivalidade ganhou um novo componente: o DVD. Nos dias que antecederam a final da Copa do Brasil, o então dirigente do Inter, Fernando Carvalho, separou lances em que o Corinthians seria beneficiado por decisões da arbitragem e o levou à Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A reclamação prévia de pouco adiantou, pois o time paulista acabou conquistando o torneio contra o Colorado.

Carvalho, em entrevista ao UOL Esporte, em 2017, disse que se arrepende das atitudes. Mas dali por diante o "põe no DVD" acompanha os jogos de Inter e Corinthians, decisivos ou não.

A rivalidade e 2005 não entram no vestiário hoje em dia. Elenco, comissão técnica e direção do Inter estão blindados no objetivo de conquistar o título. Mas para os torcedores, fatalmente a lembrança que o Corinthians traz e a presença recente nos caminhos do time gaúcho estarão vivos na última chance de título neste Brasileirão.

FICHA TÉCNICA:

INTERNACIONAL x CORINTHIANS

Data e hora: 25/02/2021 (Quinta-feira), às 21h30

Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Arbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa/GO)

Auxiliares: Fabricio Vilarinho da Silva (Fifa/GO) e Bruno Raphael Pires (Fifa/GO)

VAR: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)

INTER: Marcelo Lomba; Heitor, Lucas Ribeiro, Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado, Edenilson (Nonato), Praxedes, Patrick e Caio Vidal; Yuri Alberto. Técnico: Abel Braga

CORINTHIANS: Cássio; Michel Macedo, Jemerson, Gil e Fábio Santos; Gabriel e Cantillo (Ramiro); Gabriel Pereira, Cazares e Mateus Vital; Léo Natel. Técnico: Vagner Mancini


Fonte: Uol/ esporte


COMPARTILHE:

Rádio Porto Feliz - AM 1530
Avenida Porto Feliz, 188 - Centro - Mondaí - SC
Ligue para nós: (49) 36740122

Este site também pode ser acessado via Smartphone/Tablet. Mais mobilidade para você.