Segunda-feira, 11 de Janeiro de 2021 - 10h21
Associação dos Doadores de Sangue de Mondaí tem destaque em doações
Entidade realiza regularmente doações em Chapecó
Foto: Imagem ilustrativa

Conforme informações de uma das integrantes da diretoria da Associação, Luciana Bier, durante entrevista para a Rádio Porto Feliz, no quadro “O Convidado do Dia”, o ano de 2020 foi de bastante empenho e trabalho solidário dos mondaienses, através da Associação dos Doadores de Sangue do município.

Conforme ela, em 2020 aproximadamente 150 voluntários participaram das doações, no Hemosc em Chapecó.

As doações foram realizadas mensalmente, tendo o apoio da Secretaria Municipal de Saúde do município, a qual fornece o transporte e auxilia com a alimentação.

Luciana disse na entrevista que o município de Mondaí é destaque no Hemosc em Chapecó, pela regularidade de seus doadores.

Ela também destacou que é uma ação muita gratificante, pois através de um ato solidário, vidas podem ser salvas.

Luciana Bier também incentivou mais pessoas a realizarem doação de sangue, devido sempre a alta demanda.

Hemosc alerta para o baixo estoque de sangue

Na semana passada o Hemosc de Chapecó destacou que vem sofrendo nas últimas semanas com a queda acentuada nos estoques de sangue e de plaquetas.

A informação é da coordenadora de captação do órgão, Eiana Ribicki.

Conforme ela, a falta de sangue vem se arrastando ao longo do ano, porém, neste período a situação acaba ficando mais crítica e a preocupação aumenta.

De acordo com ela, sempre nos finais de ano o volume de doações caem consideravelmente visto o momento que muitos doadores aproveitam as datas festivas para viajar para outras regiões do estado e do país.

Eliana afirmou que toda a comunidade regional deve estar em alerta e quem puder deve fazer a doação de sangue nos próximos dias. Segundo ela, é de extrema importância que haja uma mobilização para que os estoques sejam restabelecidos.

Ela destacou que o órgão atende ao todo 86 municípios das regiões Oeste e Extremo Oeste, entre Chapecó e Dionísio Cerqueira. ELIANA ressaltou que todo o estado catarinense está com estoque baixo, porém, as mais afetadas são as estruturas de Chapecó, Joaçaba e Lages, todas consideradas do interior de Santa Catarina.

A coordenadora de captação do Hemosc de Chapecó declarou que o órgão está atualmente com ao menos quatro tipos de sangue reduzidos em seu estoque. Ela revelou que no momento a carência é do sangue tipo A+, A-, O- e O+. Os demais tipos estão com estoque regular.

Ela explicou que os interessados devem acessar o site do Hemosc ondem podem encontrar mais informações sobre qual tipo está em baixa. As coletas de sangue no Hemosc de Chapecó reduziram ao menos 40% nas últimas semanas.


Fonte: Rádio Porto Feliz


COMPARTILHE:

Rádio Porto Feliz - AM 1530
Avenida Porto Feliz, 188 - Centro - Mondaí - SC
Ligue para nós: (49) 36740122

Este site também pode ser acessado via Smartphone/Tablet. Mais mobilidade para você.