Quarta-feira, 18 de Novembro de 2020 - 07h51
Grêmio já venceu mata-mata da Copa do Brasil com W.O no segundo jogo
Tricolor enfrenta o Cuiabá nesta quarta
Foto: Divulgação/Grêmio FBPA

Grêmio e Cuiabá jogam a partida de volta das quartas de final da Copa do Brasil hoje (18), às 16h30 (de Brasília), em Porto Alegre, mas em 1989 um conterrâneo do clube mato-grossense nem quis atuar no Rio Grande do Sul.

O Mixto-MT desistiu do segundo jogo com o time gaúcho e a equipe de Mazzaropi, Edinho e Cuca avançou de fase com vitória por W.O. O vencedor do duelo desta tarde encara na semifinal o ganhador do cruzamento entre Flamengo e São Paulo.

Há 31 anos, o Grêmio foi a Cuiabá e voltou com placar de 5 a 0 na bagagem. Cuca, Alfinete, Nando (duas vezes) e Assis marcaram no duelo de ida das oitavas de final do torneio.

"Foi um jogo normal, não teve frescura. Fizemos 5 a 0 na bola e respeitamos eles. Eles nos respeitaram, terminou o jogo e estava tudo normal", conta Cláudio Duarte, treinador do Grêmio à época.

O jogo de ida, no Mato Grosso, aconteceu em 26 de julho de 1989. Em 1º de agosto, os jornais de Porto Alegre estamparam a notícia de que a segunda partida estava oficialmente cancelada. Sim, era oficial por se tratar do fim de uma novela. O Mixto comunicou à Federação Mato-grossense de Futebol, que repassou a informação à Confederação Brasileira de Futebol (CBF). No Rio de Janeiro, a entidade tentou manter a partida e somente no final de julho declarou W.O.

"O cancelamento foi causado pela dificuldade do Mixto em deslocar-se de Cuiabá para Porto Alegre, em virtude da falta de transporte aéreo", dizia matéria na edição do primeiro dia de agosto do jornal Zero Hora. "Além do regulamento, a CBF possui como argumento um telex enviado pelo presidente da Federação do Mato Grosso, Carlos Orione, solicitando o cancelamento do jogo e confirmando desistência do Mixto", grifava o texto do diário.

"A gente soube da notícia durante a semana, antes ou depois de um treino. Lembro que a CBF avisou o Grêmio e os dirigentes nos contaram no gramado do Olímpico", recordou Claudião. "Ninguém nunca disse o motivo, mas se falou por aqueles dias que eles tinham tido problemas com passagens e depois veio uma história de que desistiram por ter levado 5 a 0 em casa. A gente soube, assimilou e seguiu em frente", acrescentou.

O jornal Correio do Povo abriu a matéria dizendo que a CBF "depois de tentar sem sucesso deslocar o time em vários voos a Porto Alegre", decidiu cancelar o jogo para evitar maiores prejuízos ao Grêmio e já marcou partida da próxima fase.

Sim, na terça-feira, o Grêmio soube que viajaria na sexta rumo a Salvador para jogar domingo contra o Bahia. O time jogou, venceu por 2 a 0 e depois ganhou de novo, em Porto Alegre, pelo placar de 1 a 0. Na semifinal empatou em 2 a 2 com o Flamengo, no Rio de Janeiro, e no Olímpico amassou o Rubro-Negro ao golear por 6 a 1. Diante do Sport, na final, 0 a 0, no Recife, e 2 a 1, na capital gaúcha.

"Os jogos decisivos foram à tarde, no final de semana. Minha memória ainda lembra disso, olha como marcou", brinca Claudião.

O W.O nas oitavas de final faz parte da história da primeira edição da Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA:

GRÊMIO x CUIABÁ

Motivo: volta das quartas de final da Copa do Brasil

Data e hora: 18/11/2020 (quarta-feira), às 16h30 (de Brasília)

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)

Arbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG)

Auxiliares: Ricardo Junio de Souza (MG) e Marcus Vinicius Gomes (MG)

VAR: Emerson de Almeida Ferreira (MG)

GRÊMIO: Vanderlei; Victor Ferraz, Geromel, David Braz e Cortez; Darlan (Lucas Silva), Matheus Henrique, Ferreira, Jean Pyerre (Isaque) e Pepê; Diego Souza. Técnico: Renato Gaúcho

CUIABÁ: João Carlos; Rayner, Eduardo Kunde, Anderson Conceição e Romário; Nenê Bonilha, Matheus Barbosa e Elvis; Iago, Willians Santana e Maxwell. Técnico: Allan Aal


Fonte: Uol/ esporte


COMPARTILHE:

Rádio Porto Feliz - AM 1530
Avenida Porto Feliz, 188 - Centro - Mondaí - SC
Ligue para nós: (49) 36740122

Este site também pode ser acessado via Smartphone/Tablet. Mais mobilidade para você.