Segunda-feira, 10 de Fevereiro de 2020 - 13h51
​Matheus Henrique, Caio, Pepê e Kannemann podem ser opções para o Gre-Nal
Preparador físico Márcio Meira revelou que Geromel ainda segue na fisioterapia
Foto: Reprodução

A semana que antecede o Gre-Nal da semifinal do primeiro turno do Campeonato Gaúcho começa com uma boa notícia para o técnico Renato Portaluppi.

Ele poderá ter o reforço de até quatro jogadores para o clássico do final de semana.

O meia Matheus Henrique, o lateral Caio Henrique e o atacante Pepê, além do goleiro Phelipe Megiolaro, retornam do pré-Olímpico da Colômbia classificados para as Olimpíadas do Japão e passarão a integrar o grupo principal do Grêmio.

“Eles podem ser relacionados para o Gre-Nal, pois eles vão chegar melhores que os nossos. Eles estão em um período competitivo e nós começamos a competir agora. Esse jogo é o quinto (contra o Aimoré) e eles fizeram várias em alta intensidade. Com a idade deles, o jogo é muito mais corrido. Foram muito bem-sucedidos e vem prontinhos para jogar”, revelou o preparador físico Márcio Meira.

Matheus Henrique é titular da equipe de Renato Portaluppi e os outros três buscam espaço no time principal. A tendência é que Lucas Silva saia da equipe para a entrada do destaque brasileiro no pré-Olímpico.

Caio Henrique disputará a vaga com Cortez, que teve rendimento ruim contra o Aimoré.

Já Pepê aumenta a concorrência no setor ofensivo e pode disputar com Alisson a posição no ataque. Os quatro jogadores que estavam servindo a Seleção Brasileira se reapresentam nesta terça-feira.

O quarto possível reforço é Walter Kannemann.

“Ele teve um acidente. Deu um chute no adversário e machucou o dedo do pé, mas isso não afetou em nada a condição física. Em quanto cuidava do pé, ele trabalhou a força na musculação e fez os aeróbicos que podia, como pedalar. A condição física dele não teve nenhum tipo de perda. Essa semana já correu alguns dias e, agora, é só recuperar a confiança de bater com aquele pé”, declarou Meira.

Pedro Geromel completa nesta segunda-feira três semanas afastado após realizar uma artroscopia, mas ainda precisará de algum tempo para ser entregue a preparação física.

O prazo inicial do departamento médico era de três a quatro semanas fora dos gramados. Quando for entregue a Márcio Meira, serão necessárias mais duas semanas de trabalhos, como uma espécie de pré-temporada, para a total liberação do atleta.

“Ele ainda está com a fisioterapia. Caminhando, fazendo os primeiros movimentos para recuperar a coordenação, amplitude articular, então, os médicos é que seriam os profissionais certos para prever a volta”, declarou o preparador físico.


Fonte: Correio do Povo


COMPARTILHE:

Rádio Porto Feliz - AM 1530
Avenida Porto Feliz, 188 - Centro - Mondaí - SC
Ligue para nós: (49) 36740122

Este site também pode ser acessado via Smartphone/Tablet. Mais mobilidade para você.