Quarta-feira, 04 de Dezembro de 2019 - 06h40 - Atualizado em: Quarta-feira, 04 de Dezembro de 2019
Após sofrer racismo, Taison é eleito o melhor jogador da Ucrânia em 2019
Em novembro, o atacante foi vítima de racismo
Foto: Reprodução

O jogador Taison, do Shakhtar Donestk, foi eleito ontem o melhor jogador da Ucrânia em 2019. Em novembro, o atacante foi vítima de racismo, junto com o campanheiro Dentinho, durante partida contra o Dínamo de Kiev pelo Campeonato Ucraniano.

"Primeiramente eu agradeço a Deus por mais essa conquista! Toda a honra e glória devo a Ele! Esse prêmio dedico à minha família e aos meus amigos de longas datas! Nós juntos conquistamos tudo isso!", escreveu Taison em rede social.

"E não posso deixar de agradecer também aos meus companheiros do Shakhtar, sem vocês eu não conseguiria", acrescentou o atleta.

Durante o evento, o jogador do Shakhtar ainda lembrou de quando saiu do Brasil para perseguir seu sonho.

"Antes de tudo, gostaria de agradecer aos colegas de equipe e ao senhor. Estou muito feliz por estar aqui hoje e receber este prêmio", comemorou.

"Sou um cara que saiu do Brasil em 2010 e estava perseguindo o sonho. Também quero agradecer à minha esposa, que está aqui agora comigo, como sempre. Estou apenas cheio de emoções. Muito obrigado!", finalizou.

Taison foi punido com um jogo de suspensão por ter reagido às ofensas racistas no jogo do dia 10 de novembro.

A decisão da Federação Ucraniana provocou protestos da FIFPro (Federação Internacional dos Jogadores Profissionais de Futebol), de torcedores e de personalidades da mídia esportiva.


Fonte: Uol / Esporte


COMPARTILHE:

Rádio Porto Feliz - AM 1530
Avenida Porto Feliz, 188 - Centro - Mondaí - SC
Ligue para nós: (49) 36740122

Este site também pode ser acessado via Smartphone/Tablet. Mais mobilidade para você.