Terça-feira, 09 de Abril de 2019 - 07h27 - Atualizado em: Terça-feira, 09 de Abril de 2019
Como afastamento de Luan pode responder dúvida na cabeça dos gremistas
Jogador tem tido desempenho abaixo do esperado
Foto: Lucas Uebel/Grêmio

O Grêmio funciona sem Luan? Protagonista do time gaúcho desde 2015, o meia-atacante está afastado e não tem prazo para voltar a jogar.

Sob alegação de déficit físico, o camisa 7 já cumpre rotina de treinos especiais até que retorne às partidas. Nesse meio tempo, a pergunta que povoa o imaginário de boa parte dos gremistas poderá, em partes, ser respondida.

Diante do Rosario Central, na quarta-feira pela Libertadores, o Grêmio deve ter Jean Pyerre na vaga de Luan. O jovem oriundo das categorias de base já assumiu a posição no domingo, contra o São Luiz-RS.

O afastamento de Luan por tempo indeterminado é o fim de uma era. Promovido ao elenco principal em 2014, decisivo na Copa do Brasil de dois anos depois e eleito melhor da América do Sul em 2017, o camisa 7 jamais havia perdido espaço no time.

A saída de Luan da equipe foi arquitetada ainda no Chile. Minutos depois da derrota para a Universidad Católica, o Grêmio começou a procurar saída para o buraco em que se enfiou na tabela de classificação do grupo H. O rendimento de sua estrela de temporadas anteriores foi assunto.

Na sexta-feira, já em Porto Alegre, a comissão técnica teve duas conversas definitivas sobre o tema. A primeira foi com Romildo Bolzan Jr., presidente do clube gremista. A segunda com o próprio Luan. O papo com Luan foi restrito a Renato Gaúcho, que depois confirmou ao elenco.

"O Luan está fazendo trabalhos especiais, trabalhos de força (...) O Luan sabe que precisa se dedicar mais, vem treinando já para voltar a ser aquele Luan. A gente tem preocupação especial com ele", afirmou Renato no último domingo.

No mesmo dia, Luan foi ao CT Presidente Luiz Carvalho em cena raríssima desde que se tornou profissional: treinar sozinho em dia de jogo do time principal. Na segunda-feira, o meia-atacante correu por cerca de 40 minutos na companhia de um integrante da comissão técnica. As avaliações são diárias para mensurar reflexos das cargas de trabalho.

O QUE MUDA NO TIME

Sem Luan, Jean Pyerre foi o primeiro escolhido para função. O camisa 21 fez ótimo primeiro tempo diante do São Luiz-RS, mas na etapa final o rendimento caiu. Ainda assim, é forte candidato a começar a partida decisiva diante do Rosario Central.

Diego Tardelli, apesar da camisa 9 às costas, corre por fora. Desde que chegou a Porto Alegre, o ex-jogador do Shandong Luneng se colocou à disposição para atuar "por dentro" e "atrás do centroavante". Durante jogos recentes, por alguns minutos, Tardelli fez esse papel. Thonny Anderson e Montoya ampliam a lista de alternativas, mas estão bem abaixo na briga pela vaga.


Fonte: Uol / Esporte


COMPARTILHE:

Rádio Porto Feliz - AM 1530
Avenida Porto Feliz, 188 - Centro - Mondaí - SC
Ligue para nós: (49) 36740122

Este site também pode ser acessado via Smartphone/Tablet. Mais mobilidade para você.