Quinta-feira, 13 de Setembro de 2018 - 09h18 - Atualizado em: Quinta-feira, 13 de Setembro de 2018
Secretário da Saúde esclarece dúvidas em sessão legislativa de Riqueza
Alexandre Schenatto falou sobre reuniões realizadas quinzenalmente
Secretário Alexandre Schenatto

Secretário Alexandre Schenatto

Foto: Divulgação / Câmara de Vereadores de Riqueza

O Secretário de Saúde de Riqueza, Alexandre Schenatto, juntamente com a equipe da saúde foi ao Plenário da Câmara de Vereadores de Riqueza na última terça-feira (11), para esclarecer e explicar o real motivo de a unidade de saúde estar fechada por uma hora para reunião de equipes, nas terças-feiras a cada 14 dias.

A questão havia sido questionada por um dos vereadores da casa.

O secretário salientou que as reuniões são realizadas para discutir as ações a serem feitas para atender cada dia melhor o munícipe Riquezense e também para atender o que determina a Portaria Nº 2.436, de 21 de setembro de 2017 que aprova a Política Nacional de Atenção Básica, estabelecendo a revisão de diretrizes para a organização da Atenção Básica, no Âmbito do Sistema Único de Saúde.

No artigo 2º da portaria ressalta que a ‘Atenção Básica’ é o conjunto de ações de saúde individuais, familiares e coletivas que envolvem promoção, prevenção, proteção, diagnóstico, tratamento, reabilitação, redução de danos, cuidados paliativos e vigilância em saúde, desenvolvida por meio de práticas de cuidado integrado e gestão qualificada, realizada com equipe multiprofissional e dirigida à população em território definido, sobre as quais as equipes assumem responsabilidade sanitária.

Promover atenção integral, contínua e organizada à população Riquezense, com base nas necessidades sociais e de saúde para alcance a integralidade do cuidado.

Desde o início da atual gestão, até o momento, o município de Riqueza encaminhou para realização de cirurgias eletivas aproximadamente 400 pessoas, sendo em ortopedia, cirurgia geral, otorrino, catarata e pterígio.

Aproximadamente 1.400 exames de imagem foram realizados, entre eles, ressonância, tomografia, mamografia e densitometria óssea, sendo que exames laboratoriais não tem fila de espera e cirurgias eletivas também foram zeradas as filas.

Alexandre Schenatto destacou que para poder planejar, apoiar, monitorar e avaliar as ações da Atenção Básica no município de Riqueza é necessário que a equipe da Secretaria de Saúde se reúna no mínimo duas vezes por mês para planejar as ações que promovam mais saúde e qualidade de vida ao povo Riquezense.

Segundo ele, somente atender a parte curativa é importante, mas promover ações que terão resultados a médio e longo prazo é o que o Ministério da Saúde quer que os municípios façam.

Hoje se faz necessário às reuniões de equipe primeiramente para atender o que a portaria determina e se a equipe não se reunir para intensificar estas ações futuramente o Fundo de Saúde perderá recursos financeiros enviados pelo Ministério da Saúde e também a Saúde não estará cumprindo com seu papel de promover a saúde.

O Secretário salienta que precisa do apoio da população de Riqueza, do poder Executivo e Legislativo, para que ajude a divulgar o real objetivo de o Posto de Saúde ficar fechado duas vezes por mês, nas terças-feiras pela manhã das 8h00 às 9h00, onde são realizadas as reuniões.

Conforme ele, são apenas duas horas por mês para planejar mais ações de Saúde e melhorar o atendimento a população Riquezense.


Fonte: Câmara de Vereadores de Riqueza


COMPARTILHE:

Rádio Porto Feliz - AM 1530
Avenida Porto Feliz, 188 - Centro - Mondaí - SC
Ligue para nós: (49) 36740122

Google Maps

Este site também pode ser acessado via Smartphone/Tablet. Mais mobilidade para você.