Terça-feira, 12 de Outubro de 2021 - 12h30 - Atualizado em: Terça-feira, 12 de Outubro de 2021
Thiago Gomes comandou Grêmio sob transições e com mudanças no elenco
Interino dirigiu equipe em cinco oportunidades na temporada, entre Gauchão, Sul-Americana e Campeonato Brasileiro
 Foto: Dolores Ochoa / AFP / CP Memória

Foto: Dolores Ochoa / AFP / CP Memória

Após a saída de Luiz Felipe Scolari, o Grêmio deve ser comandado pelo interino Thiago Gomes na partida diante do Fortaleza, fundamental para as pretensões da equipe em fugir do rebaixamento. E esta será a sexta partida na temporada em que ele ficará na casamata: em um ano marcado por saídas e instabilidade no comando técnico, o auxiliar precisou preencher o espaço em outras cinco oportunidades.

Ele esteve à frente do comando em três competições diferentes: Gauchão, Sul-Americana e Brasileirão. Foram duas vitórias, dois empates e uma derrota.

Os três primeiros jogos foram após a saída de Renato Portaluppi, com a eliminação da Libertadores para o Independiente del Valle. Nas duas primeiras partidas do Gauchão, um empate em 0 a 0 em um jogo bastante truncado diante do Caxias, no dia 16 de abril. Dois dias depois, vitória por 3 a 1 sobre o Novo Hamburgo, que garantiu vaga nas semifinais da competição.

Já com Tiago Nunes recém-contratado nas cabines da Arena, vitória por 2 a 1 diante do La Equidad, na Sul-Americana. Um mês adiante, com o diagnóstico positivo de Covid-19 do comandante, e já classificado às oitavas, o Tricolor mandou um time alternativo para novo duelo contra o La Equidad, dessa vez com empate em 0 a 0.

O último dos cinco jogos veio após a demissão de Tiago Nunes, com Felipão contratado. Thiago Gomes comandou um apático Grêmio na derrota por 2 a 0 para o Palmeiras. Na ocasião, o Tricolor chegou ao oitavo jogo consecutivo sem vitória, amargando a lanterna da competição.

Peças também mudaram

Desde então, as peças utilizadas se modificaram. Na partida contra o Caxias, por exemplo, o lateral esquerdo foi Thiago Albuquerque, que fez outros três jogos com a camisa do Grêmio. Depois, foi emprestado para a Ponte Preta, onde disputa a Série B atualmente.

Léo Chu e Ricardinho, outros nomes que estavam em alta no começo do ano, também não estão mais no grupo. O primeiro foi negociado com o Seattle Sounders, da MLS, e o segundo está no Maritimo, de Portugal.

Outros simplesmente perderam espaço, mas seguem no elenco. É o caso do volante Darlan, bastante utilizado no começo da temporada. O mesmo ocorreu com Victor Bobsin.

O meia Jean Pyerre participou de quatro dos cinco jogos sob comando de Thiago Gomes. Já o atacante Elias, integrado à delegação para o duelo contra o Fortaleza, apareceu em duas oportunidades, sendo titular fora de casa contra La Equidad e entrando diante do Caxias.

Na sexta partida de Thiago Gomes, o Grêmio tentará deixar a vice-lanterna do Brasileirão. Nesta quarta-feira, enfrenta o Fortaleza, às 20h30min, na Arena Castelão. A partida é válida pela 26ª rodada da competição.


Fonte: Correio do Povo


COMPARTILHE:

Rádio Porto Feliz - AM 1530
Avenida Porto Feliz, 188 - Centro - Mondaí - SC
Ligue para nós: (49) 36740122

Este site também pode ser acessado via Smartphone/Tablet. Mais mobilidade para você.