Sexta-feira, 11 de Junho de 2021 - 07h37
Inter se reúne e deve confirmar saída de Ramírez do comando do time
Colorado está fora da Copa do Brasil
Foto: Ricardo Duarte/Inter

O Internacional irá se reunir hoje (11). Em pauta, a demissão do técnico Miguel Ángel Ramírez. A decisão está encaminhada e o encontro da direção de futebol e com a direção política deve bater o martelo, com chance pequena de reversão.

O espanhol viu, à distância, mais um infortúnio. Depois de comandar o Colorado na derrota impactante contra o Fortaleza, por 5 a 1, no Brasileiro, Ramírez viu seu auxiliar, Martín Anselmi, no banco na queda da Copa do Brasil, com derrota por 3 a 1 para o Vitória, em casa.

As razões para a demissão, que segundo apurou o UOL Esporte deve se confirmar hoje (11), são muitas. A queda brusca de rendimento, a falta de resultados, a fragilidade defensiva, a falta de entendimento por parte dos atletas, o ambiente interno do grupo. Tudo somou para a porta da rua ser destino mais provável da atual comissão técnica.

Restam poucos pilares para o treinador. Internamente, cada vez menos vozes acreditam numa reversão sob o comando dele. Ainda mais depois que uma série de reuniões ocorreram nos últimos dias. Ramírez ouviu a direção, conversou com os jogadores, buscou as lideranças do elenco, mas o resultado prático foi nulo.

"Precisamos ser racionais para tomar as medidas necessárias. Neste momento, nossa ideia é fazer uma avaliação rápida e tomarmos as decisões que dizem respeito a este contexto, para darmos as respostas que queremos dar", disse o presidente Alessandro Barcellos, que ontem já indicava a chance de saída do comando técnico.

Ramírez comandou o Inter em 22 jogos, com 11 vitórias, quatro empates e sete derrotas, aproveitamento de 56%. A curva negativa, porém, é brusca. O Colorado venceu apenas um dos últimos seis jogos. Sua defesa levou oito gols nas últimas duas partidas.

Já começam, também, movimentos nos bastidores para investidas no mercado de técnicos. O nome mais forte é Lisca, que trabalhou com o executivo de futebol Paulo Bracks no América-MG. No entanto, também estará em pauta no encontro da direção do clube, o modelo a ser adotado em campo daqui em diante.

Segundo apurou a reportagem do UOL Esporte, pesa para a decisão de troca na comissão técnica a necessidade de criar um ambiente anímico positivo, uma mudança no fator psicológico, que também tem prejudicado o time recentemente, em avaliação interna. E este ponto de vista vai pesar na definição do futuro treinador, caso se confirme tendência de saída do espanhol.


Fonte: Uol/ esporte


COMPARTILHE:

Rádio Porto Feliz - AM 1530
Avenida Porto Feliz, 188 - Centro - Mondaí - SC
Ligue para nós: (49) 36740122

Este site também pode ser acessado via Smartphone/Tablet. Mais mobilidade para você.