Quarta-feira, 09 de Junho de 2021 - 07h35
Inter prepara mudanças para espantar a crise e acalmar ambiente de Ramírez
Colorado volta a campo nesta quinta (10)
Foto: Ricardo Duarte/Inter

Uma reunião após o treinamento de segunda-feira ditou o clima no Internacional. A comissão técnica ouviu cobranças da direção após a queda de rendimento do time. O pleito particular já tinha se tornado público tão logo a equipe foi derrotada pelo Fortaleza, no último domingo. E Miguel Ángel Ramírez prepara mudanças para espantar a crise e acalmar o ambiente.

A série de novidades não diz respeito apenas a questões técnicas, mas também a planejamentos e comportamentos que o comando de campo espera ver nos próximos jogos.

Relacionamento, comportamento, comunicação

Miguel Ángel Ramírez quer estreitar a relação com os atletas. O treinador espanhol utilizou a reapresentação do grupo não apenas para falar, em reunião com os jogadores, ou mostrar mais uma das sessões de vídeo que costuma promover. Mas para ouvir. Ele entende que os comportamentos dos atletas em campo revelam desconforto com algumas ações e espera ouvir deles apontamentos para corrigir os rumos. Um "meio-termo" entre ideias divergentes devem pautar indicações futuras.

Planejamento de preservações

A direção do Inter cobrou o comando técnico pela série de preservações ocorridas no último jogo. Em relação à partida contra o Vitória, na semana anterior, foram sete trocas para pegar o Fortaleza. O time não conseguiu, em momento algum do jogo, estar perto da vitória. Em diante, qualquer ação neste sentido precisará ser conjunta, com a tentativa de não sacar jogadores previamente de qualquer jogo sem real necessidade.

Mudanças coletivas

Um dos pontos que o Inter pretende ter atenção é o posicionamento defensivo. Depois de levar sete gols nos últimos três jogos, o plano é reforçar o trabalho no setor de retaguarda para que a equipe deixe de ser vazada ou fique constantemente exposta principalmente quando sai na frente. Recentemente o Inter cedeu viradas para Grêmio e Deportivo Táchira, além de sofrer empate do Sport depois de estar vencendo por 2 a 0.

Sequência para jovens na equipe

Entre os pedidos que devem ser avaliados daqui para frente estão a titularidade de dois jogadores considerados promissores. Johnny e Daniel, que atuaram contra o Vitória mas não tiveram sequência no duelo com Fortaleza, devem ganhar cada vez mais espaço na equipe.

Blindagem: Grupo fechado

Houve, ainda, um bate-papo específico com as lideranças do grupo. Caberá aos jogadores mais rodados e pilares deste elenco a "blindagem" dos demais. Cobrados pela torcida em treinamentos e pressionados por agressões verbais no retorno ao Porto Alegre, o elenco vive fase de buscar, unido, passar por cima dos problemas.


Fonte: Uol/ esporte


COMPARTILHE:

Rádio Porto Feliz - AM 1530
Avenida Porto Feliz, 188 - Centro - Mondaí - SC
Ligue para nós: (49) 36740122

Este site também pode ser acessado via Smartphone/Tablet. Mais mobilidade para você.