Quarta-feira, 21 de Outubro de 2020 - 13h30 - Atualizado em: Quarta-feira, 21 de Outubro de 2020
Chapecoense goleia e chega a liderança da Serie B
A Chapecoense completou 11 jogos de invencibilidade na Série B
Foto: Marcio Cunha/ACF

Era o duelo da melhor defesa contra o então melhor ataque. Mas quem olha o placar final vai pensar que apenas um time que entrou em campo nesta terça-feira à noite no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, ostenta essas marcas.

Estamos falando do novo líder da Série B - pelo menos por uma noite. Em atuação irretocável, a Chapecoense manteve a solidez defensiva e mostrou uma força ofensiva de dar inveja à Ponte Preta para fazer 5 a 0 num duelo direto pelas primeiras colocações.

A maior goleada da atual edição foi construída por Paulinho Moccelin, Busanello, no primeiro tempo, Anselmo Ramon, Alisson (contra) e Lucas Tocantins.

Uma exibição que carimba o rótulo de forte candidato ao acesso para os catarinenses e coloca um ponto de interrogação sobre a real capacidade da Macaca na busca pela vaga à elite.

COMO FICA?

A Chapecoense completou 11 jogos de invencibilidade na Série B. O time agora tem 33 pontos, um a mais com o Cuiabá com o mesmo número de jogos. O Cuiabá entrará em campo nesta quarta-feira. O time de Umberto Louzer sofreu apenas cinco gols em 17 jogos. Já Ponte piorou os números defensivos. Agora são 25 gols tomados. É a segunda pior defesa da competição, com um saldo negativo de dois. Apesar do vexame em casa, a equipe continua no G-4. Com 27 pontos, está em quarto pelo número de vitórias: 8 contra 7 do Juventude.

NA AGENDA

Entre os times, quem volta antes a campo é a Chapecoense, que na sexta-feira vai ter pela frente o Operário, na Arena Condá, às 21h30. O próximo desafio da Ponte será no sábado, quando enfrenta o CRB no Rei Pelé, às 16h.


Fonte: Globoesporte.com


COMPARTILHE:

Rádio Porto Feliz - AM 1530
Avenida Porto Feliz, 188 - Centro - Mondaí - SC
Ligue para nós: (49) 36740122

Este site também pode ser acessado via Smartphone/Tablet. Mais mobilidade para você.