Segunda-feira, 09 de Setembro de 2019 - 05h26 - Atualizado em: Segunda-feira, 09 de Setembro de 2019
Grêmio goleia o Cruzeiro na retomada após Copa do Brasil
Diego Tardelli, Alisson e Everton, duas vezes, marcaram na vitória do Tricolor
Foto: Giazi Cavalcante / Código 19 / Estadão Conteúdo / CP

Depois da eliminação da Copa do Brasil, o Grêmio entrou em campo pela primeira vez neste domingo buscando não apenas subir na tabela do Brasileirão, mas também dar uma resposta rápida para recuperar a moral para o decorrer da temporada.

E, pelo que se viu no estádio Independência, o Tricolor virou a chave rapidamente. Jogando fora de casa com velocidade e troca de passes inteligente, o time atuou com força máxima e venceu o confronto por 4 a 1, com gols de Diego Tardelli, Alisson e Everton, duas vezes.

De pênalti, Fred descontou para os mandantes.

Esse foi o sexto resultado positivo da equipe comandada por Renato Portaluppi após 18 rodadas do Brasileirão. O técnico promoveu duas mudanças em relação ao confronto contra o Athletico, na última quarta.

Galhardo entrou na vaga de Leo Gomes, lesionado, e Tardelli começou no lugar de André, fortemente contestado por parte da torcida. Participativo e articulado, o camisa 9 correspondeu às expectativas e abriu o marcador com um toque de letra depois de cruzamento justamente de Galhardo.

Com o resultado, a equipe chega à 11ª colocação, com 25 pontos.

O próximo compromisso é no dia 15 de setembro, na Arena, contra o Goiás. Será a primeira partida que o time terá às 16h em um domingo pelo campeonato.

Intensidade e muita disputa

A partida começou com movimentação intensa das duas equipes, que alternavam a posse e trocavam passes nas intermediárias.

No Grêmio, a estratégia era de passes curtos e de mudanças de posição para tentar furar a defesa da do Cruzeiro, que apostava em lançamentos médio e longos. Aos 7", a Raposa teve boa chance com Fred, depois que Robinho fez bom passe para David pela esquerda, nas costas de Galhardo.

O atacante foi à linha de fundo e cruzou na medida para o camisa 9, que cabeceou alto. Paulo Victor, no reflexo, fez a defesa.

Com a mesma tônica, o Tricolor abriu o marcador aos 18.

A jogada começou com Cortez passando pela marcação pela esquerda e tocando para dentro da área. Diego Tardelli não conseguiu a finalização, e a bola sobrou para Everton, que chutou em cima da marcação.

Na sequência, ficou a bola sob o domínio dos gaúchos. Alisson, então, encontrou Galhardo pela direita. O lateral cruzou rasteiro, entre as pernas do zagueiro, para Tardelli. De letra, ela balançou a rede e saiu em comemoração.

O gol desestabilizou os adversários e intensificou a má fase do time comandado por Rogério Ceni. A equipe de Renato começou a se impor no meio campo e contou com os erros. Aos 27", Alisson disparou em velocidade após interceptar um pela pela direita e encontrou Everton antes da meia lua, na parte central do gramado. Cebolinha segurou, esperou o companheiro entrar na área e passou. O camisa 23 bateu cruzado para ampliar o marcador.

Pedro Rocha reenergiza o Cruzeiro

Com vaias da torcida, Ceni colocou Pedro Rocha no lugar de David. A mudança fez efeito e a Raposa demonstrou mais reação, adiantando a marcação para impedir a saída de bola.

Aos 32", depois de ajeitada de peito de Thiago Neves, Rocha soltou a bomba, mas foi defendido por Paulo Victor. Minutos mais tarde, aos 34", Henrique sofreu pênalti de Michel, que errou em bola e chutou o pé do adversário. Fred fez a cobrança à meia altura, e a bola desviou no goleiro e na trave antes de entrar.

De volta à partida, a Raposa partiu para cima em busca do empate. Nos cruzamentos, tanto por cima como por baixo, a zaga gremista se portou bem para evitar um novo tento.

Os gaúchos tiveram boa chance em novo contra-ataque de Alisson, quando, aos 43”, foi derrubado na entrada da área. Ele mesmo levantou para Everton, que cabeceou sobre o gol de Fábio. A parcial acabou com dois minutos de acréscimo, depois da zaga celeste afastar escanteio do Tricolor.

Tricolor domina o segundo tempo

A segunda parcial continuou intensa e com boas proposições ofensivas das duas equipes. Logo no começo, Tardelli fez jogada linda pela esquerda, passando pela marcação e entrando sem dificuldades na área. Sozinho, tentou o cruzamento, mas foi interceptado.

Aos 5”, o técnico Renato teve de colocar David Braz no lugar de Geromel – o zagueiro sentiu lesão na perna e saiu carregado por dois médicos após dar um chute para afastar bola que sobrou. Com as marcações recuadas, os dois times jogavam sobretudo em suas metades ofensivas, mas não conseguiam furar o marcador.

Quando o Grêmio conseguiu, foi mortal. Em uma de suas características, Everton aumentou o placar. Em contra-ataque muito veloz, iniciado após desarme de David Braz, Matheus Henrique encontrou o Cebolinha livre pela esquerda.

O camisa 11 colocou Cacá para dançar dentro da área, cortou para a esquerda e bateu cruzado, alto, no ângulo, para deixar o Tricolor na frente. A torcida local voltou a protestar e clamou pelo atacante Sassá no time. O pedido foi atendido, mas resultou em mudanças.

Pelo contrário, o camisa 99 viu “os guris” do Tricolor dominarem a intermediária e transformarem o confronto em goleado. Aos 31”, Jean Pyerre encontrou Everton pelo meio.

Ele deu meia-lua em Léo com facilidade, deixando o zagueiro para trás e deslocou o goleiro Fábio para balançar as redes. Mesmo com a vantagem, o Grêmio não mudou sou proposta e continuou a atacar. Aos 35”, Pepê arriscou de longe e exigiu que Fábio se esticasse e espalmasse para escanteio.

À Raposa, sem espaço e desestimulada pelos xingamentos das arquibancadas, restou apostar em suas referências do ataque, que encontravam dificuldades. Pedro Rocha tentou levar perigo com chutes à meia distância, mas não conseguiu.

Aos 43", Fred tentou descontar, mas Paulo Victor fez grande defesa após cabeçada do centroavante. Já na última jogada do duelo, aos 49", foi a vez do goleiro do Cruzeiro impedir um novo gol após se antecipar em cruzamento de Jean Pyerre e espalmar para fora.

Cruzeiro x Grêmio | Brasileirão 2019

Cruzeiro 1

Fábio, Edilson, Léo, Cacá, Dodô, Henrique, Robinho (Sassá), T. Neves, M. Gabriel, David (Pedro Rocha), Fred.

Grêmio 4

Paulo Victor; Galhardo, Geromel (David Braz), Kannemann e Cortez; Michel (Luan), Matheus Henrique, Alisson, Jean Pyerre e Everton (Pepê); Tardelli.

Gols: Tardelli, Alisson, Fred, Everton, Fred

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte


Fonte: Correio do Povo


COMPARTILHE:

Rádio Porto Feliz - AM 1530
Avenida Porto Feliz, 188 - Centro - Mondaí - SC
Ligue para nós: (49) 36740122

Este site também pode ser acessado via Smartphone/Tablet. Mais mobilidade para você.