Quinta-feira, 22 de Agosto de 2019 - 07h33 - Atualizado em: Quinta-feira, 22 de Agosto de 2019
Inter se apega ao Beira-Rio, mas nunca reverteu 2 a 0 na Libertadores
Equipes se enfrentam na próxima quarta
Beira-Rio terá casa cheia na volta contra o Flamengo

Beira-Rio terá casa cheia na volta contra o Flamengo

Foto: Omar Freitas / Agencia RBS

O Internacional se apega ao Beira-Rio. Depois de levar 2 a 0 do Flamengo em jogo de ida das quartas de final da Libertadores, o Colorado crê na força que tem como local para reverter o quadro. E avançar seria algo inédito com o placar construído pelo rival.

Nunca na história de sua participação na Libertadores o Inter conseguiu reverter um 2 a 0. Foram três vezes, sob o formato atual da competição, que o time gaúcho conseguiu reverter placares, mas nunca este.

A primeira vez ocorreu em 2006, quando levou 2 a 1 da LDU no jogo de ida, fora de casa, e conseguiu fazer 2 a 0 no Beira-Rio. Naquele ano acabou conquistando a taça.

Em 2010, o Inter levou 3 a 1 do Banfield na Argentina. A margem de dois gols era a mesma que o Flamengo construiu neste ano, mas a diferença foi o saldo qualificado. E exatamente por ter marcado gol fora de casa é que o Inter seguiu na competição, pois venceu por 2 a 0 em Porto Alegre. Naquele ano, foi bicampeão.

Em 2015, o Colorado reverteu mais um placar. Após perder por 1 a 0 do Santa Fé, na Colômbia, fez 2 a 0 no Beira-Rio e avançou. Mas acabou eliminado na fase semifinal para o Tigres, do México.

Ou seja, nunca reverteu um 2 a 0. O mais perto que esteve foi uma diferença de dois gols, mas com saldo qualificado. E agora, para fazer o que jamais conseguiu, precisa da força de sua torcida.

"Acreditamos na nossa história, em tudo que já fizemos. Até agora não tínhamos perdido fora de casa na Libertadores. E por mais que a gente não queira, poderia ter acontecido, como aconteceu. Agora é a prova para nós mesmos. Já jogamos contra o Flamengo no Beira-Rio (pelo Brasileiro) e vencemos. É outro jogo, outra história, outra estratégia. Temos muitas armas e acho que nós, jogadores, temos que estar cientes que temos condições. Acreditar já é meio caminho andado. A torcida acredita e vamos fazer de tudo. Eles (Flamengo) também sabem que estão enfrentando um adversário forte", disse Rafael Sobis.

Não são apenas palavras que fazem o Colorado acreditar no seu desempenho como local. São 22 jogos atuando como local neste ano, com 16 vitórias, quatro empates e apenas duas derrotas, um aproveitamento de 72,7%. Foram sete vitórias por 2 a 0 no ano, placar que levaria a decisão para os pênaltis. Por outro lado, nenhuma vitória por margem que garantiria o avanço.

"A classificação não está resolvida. Da mesma forma que eles criaram um ambiente aqui, nós vamos criar lá, e somos muito fortes. Temos totais condições de reverter. A torcida vai nos acompanhar, somos conscientes que podemos conseguir a classificação na nossa casa. Vamos brigar até o último segundo e essa equipe vai lutar muito dentro de casa pela classificação", atestou Odair Hellmann.

Antes de pensar no jogo de volta, porém, o Colorado encara o Goiás pelo Campeonato Brasileiro. Os reservas devem estar em campo no domingo, no Serra Dourada.


Fonte: Uol / Esporte


COMPARTILHE:

Rádio Porto Feliz - AM 1530
Avenida Porto Feliz, 188 - Centro - Mondaí - SC
Ligue para nós: (49) 36740122

Este site também pode ser acessado via Smartphone/Tablet. Mais mobilidade para você.