Quarta-feira, 21 de Agosto de 2019 - 08h12 - Atualizado em: Quarta-feira, 21 de Agosto de 2019
Grêmio perde 1ª em mata-mata e precisa de feito inédito para ir à semi
Jogo de volta será na semana que vem
Foto: Jeferson Guareze/AGIF

O Grêmio perdeu o primeiro jogo de mata-mata na temporada e justamente para o Palmeiras, nas quartas de final da Libertadores. Com o revés de 1 a 0 em Porto Alegre, o time gaúcho precisa mais que dar a volta por cima. Tem que conseguir feito inédito na próxima semana, em São Paulo: nunca o clube gremista conseguiu reverter duelo após perder a ida em casa.

A derrota para o Palmeiras, com o gol de Gustavo Scarpa, se junta aos confrontos com Independiente-ARG, em 1984, Universidad Católica-CHI, em 2011, e Rosario Central, em 2016.

Há 35 anos, o Grêmio perdeu para o Independiente por 1 a 0 no antigo estádio Olímpico e ficou no empate sem gols em Avellaneda. Em 2011, perdeu por 2 a 1 para a Católica e também caiu na partida disputada em Santiago, por 1 a 0. Por fim, em 2016, perdeu por 1 a 0 na Arena e também foi derrotado no Gigante de Arroyito, interior da Argentina, por 3 a 0.

Apesar do histórico, o discurso do Grêmio foi de confiança. Com uma grande dose de injeção de ânimo para o jogo no estádio do Pacaembu.

"Estou muito contente com o trabalho do time, talvez tenhamos que corrigir uma ou outra coisinha. Estou confiante. Escutamos o que Palmeiras falou, nada está decidido. Estamos confiantes", disse Kannemann.

Pesa a favor do Grêmio a campanha na atual temporada. Somando duelos mata-mata disputados no Campeonato Gaúcho, Copa do Brasil e Libertadores os números são ótimos. Em 14 jogos são sete vitórias, seis empates e agora a primeira derrota - para o Palmeiras.

"Recentemente a gente teve um resultado ruim em casa, 1 a 1 com o Bahia pela Copa do Brasil, e fomos lá na Fonte Nova com mais de 50 mil torcedores e conseguimos nossa classificação. O Palmeiras é forte, mas o Grêmio é forte fora de casa também", comentou Matheus Henrique, volante do Grêmio.

O grupo experiente, com base sendo mantida desde 2015, é um outro argumento citado interna e externamente. A rodagem em mata-mata desde então dá esperança.

"O nosso time é focado, unido, forte. Gosta desse tipo de competição. Temos exemplos e podemos reverter lá", sentenciou Pedro Geromel, zagueiro gremista.

O Grêmio volta a campo no sábado, diante do Athletico pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. A formação será toda reserva já visando o jogo com o Palmeiras, na terça-feira.


Fonte: Uol / Esporte


COMPARTILHE:

Rádio Porto Feliz - AM 1530
Avenida Porto Feliz, 188 - Centro - Mondaí - SC
Ligue para nós: (49) 36740122

Este site também pode ser acessado via Smartphone/Tablet. Mais mobilidade para você.