Domingo, 14 de Abril de 2019 - 06h15
Hamilton supera companheiro e vence GP número mil da Fórmula 1
GP foi realizado na China
Foto: Aly Song/Reuters

Cinco vezes campeão da Fórmula 1, o britânico Lewis Hamilton voltou a fazer história na madrugada deste domingo (14).

No GP da China, o milésimo da história da categoria, o piloto da Mercedes ultrapassou seu companheiro Valtteri Bottas logo na largada e, sem sustos, garantiu a vitória na terceira corrida da temporada. Bottas, em segundo, e Sebastian Vettel, em terceiro, completaram o pódio.

Largando na segunda colocação, Hamilton, que teve problemas no carro durante o fim de semana, surpreendeu ao ultrapassar Bottas, que sobrou nos treinos, ainda na primeira curva.

Logo atrás, na segunda fila, o jovem Charles Leclerc e o tetracampeão Sebastian Vettel também trocaram de lugar e travaram boa batalha em Xangai.

Com a vitória na China, a Mercedes chegou a marca de três dobradinhas em três corridas na temporada. Na Austrália, Bottas venceu e Hamilton ficou em segundo. Já no Barein, Hamilton foi o vencedor e Bottas veio logo atrás. Agora, Hamilton ocupa a liderança do Mundial de Pilotos, seguido de Bottas e Verstappen.

A Fórmula 1 volta no fim de semana do dia 28 de abril. A próxima parada é no GP do Azerbaijão, no Circuito da Cidade de Baku. A quarta corrida da categoria acontece às 09h10 (de Brasília).

Com melhor rendimento nos testes da pré-temporada, a Ferrari chegou para o fim de semana na China com a expectativa de superar a Mercedes. No entanto, a escuderia italiana apresentou rendimento abaixo do rival, e viu Hamilton e Bottas sobrarem na pista.

Além da velocidade, as estratégias de Mercedes e Ferrari também destoaram neste domingo. Enquanto a Mercedes optou por realizar uma parada dupla com Hamilton e Bottas indo para os boxes ao mesmo tempo, a Ferrari se atrapalhou nas paradas de Leclerc, e fez com que o jovem piloto perdesse força na briga pelo pódio.

Posições se invertem na largada

Hamilton, que havia afirmado em entrevista coletiva não estar largando tão bem, surpreendeu logo na primeira curva. O piloto britânico largou mais rápido que Bottas, pole position, e pulou para a primeira posição ainda na primeira curva, após largar por dentro. Na segunda fila, outros dois companheiros de equipe também trocaram de lugar. Sebastian Vettel, que largou em terceiro, foi ultrapassado por Charles Leclerc, que largou em quarto e ficou muito chateado com sua performance no treino classificatório.

Ainda na largada, uma batida causada por Daniil Kvyat, da Toro Rosso, em Lando Norris, da McLaren, deixou o piloto inglês na última colocação, e com danos em seu carro. Kvyat foi punido com drive thru pelo pitlane.

Ferrari manda, e Leclerc obedece

"Nós fazemos nosso trabalho. Permaneça focado". Esse foi o recado do engenheiro da Ferrari para Charles Leclerc após o jovem reclamar da ordem da equipe para deixar Vettel o ultrapassar. Leclerc, que superou Vettel na largada, andava mais lento que o alemão e precisou deixar o companheiro retomar o terceiro lugar.

Pilotos se complicam na volta de apresentação

Com muitos ventos e uma pista escorregadia - 29ºC -, dois pilotos deram susto na volta de apresentação. Quinto colocado no grid de largada, o holandês Max Verstappen perdeu o controle do carro e precisou controlar sua Red Bull. Em seguida, Robert Kubica acelerou sua Williams na curva e acabou rodando, mas rapidamente retornou para seu lugar de origem na volta de apresentação, tranquilizando os fãs.

Hamilton faz história

Além de entrar para a história como o piloto vencedor do GP de número mil da Fórmula 1, Lewis Hamilton, cinco vezes campeão, segue caminhando a passos largos para bater mais recordes na categoria. Com a vitória na China, o britânico anotou sua 75ª vitória na F1, e está a 16 de Michael Schumacher.

Milésimo GP é festejado na China

O fim de semana foi de muita festa na comemoração do milésimo GP da história da Fórmula 1. Antes do início da corrida, pilotos e ex-pilotos se reuniram para uma foto. De capacetes estilizados a banners com o número "1000" por todo o circuito, a Fórmula 1 fez questão de lembrar de sua história na China. A categoria também celebrou a primeira vitória na história do torneio: em 1950, com Nino Farina.

Confira o resultado final do GP da China:

1) Lewis Hamilton (Mercedes/ING)

2) Valtteri Bottas (Mercedes/FIN)

3) Sebastian Vettel (Ferrari/ALE)

4) Max Verstappen (Red Bull/HOL)

5) Charles Leclerc (Ferrari/MON)

6) Pierre Gasly (Red Bull/FRA)

7) Daniel Ricciardo (Renault/AUS)

8) Sergio Perez (Racing Point/MEX)

9) Kimi Raikkonen (Alfa Romeo/FIN)

10) Alexander Albon (Toro Rosso/TAI)

11) Romain Grosjean (Haas/FRA)

12) Lance Stroll (Racing Point/CAN)

13) Kevin Magnussen (Haas/DIN)

14) Carlos Sainz (McLaren/ESP)

15) Antonio Giovinazzi (Alfa Romeo/ITA)

16) George Russell (Williams/ING)

17) Robert Kubica (Williams/POL)

18) Lando Norris (McLaren/ING)

19) Daniil Kvyat (Toro Rosso/RUS)

20) Nico Hulkenberg (Renault/ALE)


Fonte: Uol / Esporte


COMPARTILHE:

Rádio Porto Feliz - AM 1530
Avenida Porto Feliz, 188 - Centro - Mondaí - SC
Ligue para nós: (49) 36740122

Este site também pode ser acessado via Smartphone/Tablet. Mais mobilidade para você.