Quinta-feira, 08 de Novembro de 2018 - 08h11 - Atualizado em: Quinta-feira, 08 de Novembro de 2018
Oposição da Chape não poderá concorrer eleição à presidência
Seria a primeira vez que ocorreria uma disputa pela presidência
Foto: Divulgação

A Chapecoense já se preparava para uma disputa nas eleições presidenciais, mas teve uma notícia que brecou a expectativa. A chapa de oposição do clube catarinense, composta por Cezar Dal Piva, o Mano, teve sua candidatura impugnada por já ter sido diretor da categoria de base do Verdão neste ano. A decisão cabe recurso.

Segundo o Estatuto do clube, a chapa terá a necessidade de esperar o prazo de dois anos após a saída do cargo para concorrer à eleição. Seria a primeira vez que haveria concorrência para o cargo de presidente na história recente da Chapecoense.

Em 2012 também houve a inscrição de duas chapas para concorrer ao cargo de presidente, mas uma delas desistiu antes da votação em sinal de união.

Vale lembrar, que a situação é composta pelo atual presidente Plínio David de Nes Filho, o Maninho, que tentará sua reeleição no Índio Condá. Caso a oposição não entre com recurso, ele pode ser reeleito.


Fonte: Terra/esportes/ Lance!


COMPARTILHE:

Rádio Porto Feliz - AM 1530
Avenida Porto Feliz, 188 - Centro - Mondaí - SC
Ligue para nós: (49) 36740122

Este site também pode ser acessado via Smartphone/Tablet. Mais mobilidade para você.