Sexta-feira, 14 de Setembro de 2018 - 09h44 - Atualizado em: Sexta-feira, 14 de Setembro de 2018
122 mil no returno: Inter supera protestos, e Beira-Rio é pilar de campanha
Torcida do Inter tem comparecido ao Beira-Rio para partidas do time no Brasileiro
Foto: Ricardo Duarte/Inter

Quem frequentou o Beira-Rio a partir do fim de 2016 e durante 2017 certamente não vê semelhanças com 2018. Não apenas pela qualidade dos jogos, mas também pelo clima. Antes tensa, com vaias e protestos muitas vezes violentos, casa do Internacional recebeu 122 mil pessoas nos três jogos do returno do Brasileiro, não viu derrotas na competição e é pilar da arrancada para a liderança do campeonato.

Foram dias complicados para o Beira-Rio. O estádio gaúcho que recebeu a Copa do Mundo de 2014 viu a equipe conhecer a segunda divisão ao ser rebaixada em 2016. Durante os últimos jogos daquela trágica campanha, infortúnios como local provocaram a ira dos torcedores. Não foram raros os jogos em que o clima ficou tenso. Protestos do lado de fora, vandalismo por onde a torcida passasse, invasão do estacionamento dos atletas e confronto com a polícia marcaram o rebaixamento vermelho.

Em 2017 não foi diferente. Perder o título gaúcho para o Novo Hamburgo e ver o Inter em campanha claudicante na Série B promoveram nova onda de protestos. Vidros quebrados no entorno do moderno estádio viraram rotina. Pedras, garrafas, tudo virava arma contra quem passasse por ali. Ações fortes da polícia para controle e bloqueios de espaços para manter a segurança definiram um ambiente longe do sadio no contato entre Inter e colorados.

Mas 2018 parece ter recuperado a confiança dos aficionados em seu time. Desde o início do ano, o Inter deixou claro que passava por um processo de reconstrução. Anteviu uma temporada difícil e que apenas no futuro os frutos do trabalho seriam vistos.

O processo, porém, aconteceu mais rapidamente do que o esperado. Depois de oscilar no começo do Brasileiro e ver o Grêmio ser campeão gaúcho, o Internacional teve uma surpreendente arrancada e chegou à liderança do Brasileiro.

"Tivemos tanta dificuldade de conquistar a confiança do torcedor e hoje vemos de novo o torcedor confiando muito no nosso time, no trabalho que vem sendo feito. Isso é bom demais. Nos faz fortes. E quem está do outro lado sente isso na pele, a força, e muitas vezes não consegue assimilar isso", disse o vice de futebol do Inter, Roberto Melo, após o último Gre-Nal.

Isso se reflete também nos números. No returno, o Beira-Rio já recebeu 122.552 torcedores em três partidas. Foram 43.743 contra o Palmeiras, 33.633 diante do Flamengo e 44.176 no clássico contra o Grêmio. Uma média de 40.850 por jogo.

A resposta técnica também tem sido positiva. O Colorado não perdeu um jogo sequer como mandante neste Brasileiro. Foram nove vitórias e três empates, gerando aproveitamento de 83,3%.

Na classificação do Brasileiro, o Inter não divide com o São Paulo só o topo no geral, mas também o posto de melhor mandante. Ambos somaram a mesma pontuação. O Flamengo tem um ponto a mais como mandante, mas disputou 13 jogos, o que faz o aproveitamento cair.

Agora, o Inter se prepara para dois embates distante de Porto Alegre. Na próxima segunda-feira encara a Chapecoense na Arena Condá. Em seguida terá pela frente o Corinthians na Arena.


Fonte: Uol / Esporte


COMPARTILHE:

Rádio Porto Feliz - AM 1530
Avenida Porto Feliz, 188 - Centro - Mondaí - SC
Ligue para nós: (49) 36740122

Este site também pode ser acessado via Smartphone/Tablet. Mais mobilidade para você.