Segunda-feira, 14 de Outubro de 2013 - 15h56
Dive registra três vezes mais casos de dengue em SC em 2013
Em 2012 foram 85; em 2013 já foram 254 em 119 cidades do estado.
Foto: Divulgação

O número de casos de dengue confirmados em 2013 em Santa Catarina é cerca de três vezes maior do que os registrados em 2012, segundo informações da Diretoria de Vigilância Epidemiológica, a Dive. Os municípios com mais casos registrados são Florianópolis, com 45, Itajaí, com 24, Joinville e Chapecó, com 21 casos cada e Blumenau, com 16. Os dados foram atualizados na última sexta-feira (11).

De acordo com o relatório da Dive, em 2012 foram 85 casos confirmados. Em 2013, foram 254 e 1080 pessoas fizeram o teste por suspeita, em 119 cidades de todas as regiões. Das 254 ocorrências, 11 pessoas moram em outros estados ou países. "A proposta é que os municipios intensifiquem as ações de vigilância e controle. A ideia é previnir, evitando condições necessárias para o mosquito se reproduzir", explica Suzana.

Segundo informações da Dive, o vírus, diferentemente de outros anos, começou a ser contraído em Santa Catarina. "Isso traz um novo panorama de risco aumentado. Os municípios que têm a presença do mosquito precisam fortalecer as ações para diminuir o risco de transmissão da doença", explica Suzana Zeccer, gerente de zoonoses da Diretoria de Vigilância Epidemiológica.

A fêmea do Aedes aegypti, transmissora da doença, se deselvolve em locais com água parada. "O que precisa ser feito pela população é evitar a propagação deste tipo de ambiente, para que os mosquitos não tenham as condições necessárias para se reproduzir. A ação é feita pelas secretarias municipais de saúde durante todo o ano, principalmente vigilância em armadilhas para o mosquito. O olhar precisa ser do poder público e também do cidadão", completa Suzana.

Segundo a Dive, a dengue causa febre, dor de cabeça, no corpo e atrás dos olhos. Também pode apresentar dor nas juntas e manchas vermelhas na pele. A doença é diagnosticada através de um exame de sangue disponibilizado de forma gratuita pela rede pública de saúde. Para quem apresentar estes sintomas, a orientação é procurar um médico e evitar medicamentos com ácido acetilsalicílico.


Fonte: G1/SC


COMPARTILHE:
Enquete

Após as últimas notícias relacionadas a Michel Temer, você apoia a saída dele da Presidência?

 
Resultados
Sim
69%
Não
31%

 Voltar para enquete
Clique aqui para anunciar
Rádio Porto Feliz no facebook

Rádio Porto Feliz - AM 1530
Avenida Porto Feliz, 188 - Centro - Mondaí - SC
Ligue para nós: (49) 36740122
http://www.portofeliz.am.br/

Google Maps

Este site também pode ser acessado via iPad/Tablet. Mais mobilidade para você.